idosos podem consumir café

Já falamos aqui no blog sobre os diversos benefícios do café para a nossa saúde. Mas você sabia que a quantidade de café deve ser moderada e adequada de acordo com a idade e fase da vida de cada pessoa? Então será que idosos podem consumir café?

Neste conteúdo trouxemos algumas informações que vão te ajudar a entender melhor sobre como o café funciona para cada fase da vida. Além, é claro, dos benefícios do consumo desta bebida em cada etapa. Está curioso? Então continue lendo e confira abaixo!

Idosos podem consumir café e outros alimentos com cafeína

Já presenciou em um restaurante ou cafeteria alguém da mesa ao lado pedir ao garçom ou atendente um “café descafeinado”? Ficou se perguntando o motivo disso ou como alguém pode tirar do café uma das substâncias essenciais e que tornam a bebida o que ela é?

Isso acontece porque algumas pessoas, apesar de gostarem muito do sabor do café e da experiência de tomar um cafezinho durante o dia, têm certa sensibilidade à cafeína. Geralmente a sensibilidade à cafeína está ligada ao quadro clínico de saúde do indivíduo, mas também pode estar diretamente relacionada à idade.

Por exemplo, assim como mulheres grávidas e pessoas que sofrem de distúrbios psicológicos, como a ansiedade, devem reduzir o consumo de café, o mesmo acontece com crianças após os 5 anos de idade e idosos.

Apesar de a cafeína oferecer diversos benefícios à nossa saúde, como a queima de gorduras e melhora na memória, essa substância também pode aumentar reações indesejadas, como a insônia e a agitação, além de prejudicar a absorção de alguns nutrientes importantes para crianças e idosos.

Mas médicos especialistas afirmam que, se não houver qualquer problema de saúde sério, ou qualquer tipo de contraindicação médica, o consumo de café pode ser muito benéfico aos idosos, porém de forma moderada. Então nada de consumir uma xícara de café espresso a cada hora do dia, ok? Mas uma xícara pela manhã e outra à tarde não fazem mal algum.

O segredo está no consumo moderado, assim como acontece com outros alimentos e bebidas em nosso dia a dia. Pode parecer estranho, mas até o delicioso café não deve ser consumido com exagero.

Quais os efeitos do café para os idosos?

De acordo com estudos desenvolvidos na Espanha, acredita-se que o consumo frequente e moderado de café por pessoas idosas, acima de 65 anos, pode ajudar no combate de doenças hepáticas e estimular a memória. Além disso,  o café também reduz o cansaço e dá energia para a prática de exercícios físicos e outras atividades, o que contribui diretamente para a qualidade de vida e longevidade.

O café também possui propriedades antioxidantes, que retardam o envelhecimento celular, assim como outras substâncias que retardam o desenvolvimento de doenças como Parkinson e Alzheimer. Algumas pesquisas indicam que o consumo de café também pode estar ligado à prevenção de alguns tipos de câncer.

Mas quais os cuidados no consumo de café por idosos? O médico ou nutricionista responsável será capaz de avaliar cada quadro clínico, orientando sobre o tipo e dosagem de café recomendada por dia.

Mas se o idoso apresenta sinais de distúrbios psicológicos, como ansiedade e outras síndromes, tem dificuldade para dormir ou é naturalmente agitado, talvez seja melhor reduzir a quantidade de café ingerida. Mas isso não significa que o café deve ser excluído da rotina, afinal, os benefícios são inúmeros.

 

Gostou de nosso conteúdo? Então leia também: Café causa ansiedade: mito ou verdade?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo
GAGGIA ® / 2019 todos os direitos reservados.
Design nairuz logo