criança pode tomar café

A maioria das pessoas, quando criança, sempre ouvia dos pais, tios e avós a seguinte frase: “café não é bebida para criança! Você pode tomar quando for mais velho”. Porém, apesar de aumentar, e muito, a curiosidade dos pequenos sobre os efeitos do café, a expressão também causava uma certa preocupação. Mas anos depois a pergunta continua a mesma: criança pode tomar café?

Muitos pais, que sofrem com os pedidos constantes das crianças, ficam divididos entre proteger a saúde dos pequenos dos efeitos colaterais do café e deixar que eles experimentem um pouco “apenas para matar a vontade”.

Mas o fato é que essa questão já foi muito discutida entre a comunidade médica e científica e a resposta geralmente é sempre a mesma: é melhor que as crianças fiquem bem longe do café.

Neste conteúdo trouxemos mais detalhes sobre o parecer médico e explicamos os motivos pelos quais os pais devem evitar o consumo de café na infância. Confira!

Entenda por que criança não pode tomar café

No fim das contas, nossos pais e avós não estavam errados. É claro que experimentar um gole de café vez ou outra não trará graves prejuízos para a nossa saúde, e pode até permitir que a criança descubra que a bebida ainda não é agradável para o seu paladar. Mas o consumo frequente de café por crianças deve ser evitado.

Isso quem diz é a própria Sociedade Brasileira de Pediatria, em concordância com o Ministério da Saúde. O café só deve ser ofertado às crianças a partir de 5 anos de idade e não deve ultrapassar, de forma alguma, meia xícara de café filtrado. Abaixo disso, não é recomendado o consumo de café, especialmente para crianças que ainda não completaram 2 anos de idade.

E não só o café deve ser evitado nesta faixa etária, mas também bebidas que tenham café como um de seus principais ingredientes, como cappuccino, latte, entre outros. Os especialistas recomendam, portanto, uma atenção especial dos pais e responsáveis.

O café faz mal para crianças?

O primeiro ponto de atenção é: o café é uma bebida que, se consumida em excesso e com uma maior frequência, pode causar dependência. Principalmente no caso das crianças, que ainda não estão acostumadas com substâncias como a cafeína, por exemplo.

As crianças pequenas possuem organismos mais sensíveis aos efeitos da cafeína do que os adultos. Por isso a mesma quantidade de café, que é inofensiva para um adulto, pode causar efeitos desagradáveis em crianças e até mesmo ser um grave ofensor para a sua saúde.

Um exemplo disso é a cafeína que, em excesso ou presente em um organismo ainda sensível, pode causar alterações no sono e humor, acelerar os batimentos cardíacos, influenciar no funcionamento do estômago, causar tonturas e náuseas e até mesmo amplificar sintomas de ansiedade.

E aqui não estamos falando só do café! Outros alimentos que apresentam excesso de cafeína, como refrigerantes do tipo cola, chocolates e alguns tipos de chá, também podem causar os mesmos efeitos colaterais e devem ser evitados por crianças pequenas.

Consumo de café durante a amamentação

Você sabia que todos os alimentos consumidos pela mãe, quase na totalidade das vezes, chegam também até o bebê através da amamentação? Isso porque o leite é o único alimento do bebê nos primeiros meses de vida, e contém todos os nutrientes necessários para seu crescimento saudável.

Assim como alguns alimentos devem ser evitados pelas mamães, pois podem causar cólicas e irritações intestinais nos pequenos, bebidas que possuem excesso de cafeína, como as citadas acima, também devem ser evitadas.

Mas isso não significa que mulheres que amamentam devem suspender o consumo de café. Até porque o café possui diversos benefícios para a saúde. Mas especialistas e, em especial os médicos que acompanham cada paciente, recomendam uma diminuição da quantidade consumida por dia.

Então quanto de café pode ser consumido? De forma geral a recomendação é de que seja até, no máximo, duas xícaras por dia. Mas todas as mamães devem procurar um médico de sua confiança que, com base em seu quadro clínico, fará a recomendação correta.

Como dizer que as crianças não podem tomar café?

Se seus filhos, netos ou sobrinhos te pedem café com certa frequência, o melhor caminho é explicar aos pequenos que aquela bebida, apesar de essencial para muitos adultos, pode não fazer tão bem ainda à saúde das crianças.

Mas isso não significa que eles não possam experimentar a bebida para descobrir pelo menos “qual é o sabor”. Desde que estejam acima da idade mínima, os responsáveis podem oferecer uma quantia bem pequena de café.

Alguns pais oferecem o café sem açúcar, o que potencializa as vezes o amargor da bebida, dependendo do grão escolhido para o preparo, e podem desestimular o consumo pelos pequenos. Isso porque as crianças tendem a preferir bebidas mais doces.

Evite simplesmente responder com “não”. É preciso que as crianças entendam que o café não é um vilão da sua alimentação e muito menos uma bebida proibida, mas que os benefícios do consumo do café devem ser aproveitados em uma fase específica da vida. Eles ainda terão muito tempo para aprimorarem suas habilidades de coffee lover.

 

Agora que você já sabe se criança pode tomar café, então leia também: Café espresso tem mais cafeína: verdade ou mito?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo
GAGGIA ® / 2019 todos os direitos reservados.
Design nairuz logo