Pode ser que você tenha descoberto a sua paixão pelo café recentemente, então decidiu começar a frequentar cafeteiras a pouco tempo. Mas, até você já foi cativado pelas maravilhas que um barista consegue fazer. Pois são eles que fazem os sonhos dos coffee lovers virarem realidade.

Quer saber mais sobre essa profissão? Então continue lendo até o final!

Quem é o barista?

De forma resumida, o barista é o profissional especialista em cafés especiais. E quando dizemos café, não estamos falando somente do resultado final; para que eles consigam extrair o melhor do sabor e do aroma do café, os baristas precisam estudar tudo relacionado com o produto. Ou seja, desde como o café é plantado até o processo de torrefação.

O termo barista, significa atendentes ou bartenders em italianos. Pois na Itália os atendentes de bar eram responsáveis por fazer o café espresso também. Mas, com a popularização do título, principalmente nos Estados Unidos, os baristas se tornaram aqueles responsáveis por operar as máquinas de espresso nas cafeterias.

Apesar da popularização da profissão nos anos 90, no Brasil, ela só chegou no início dos anos 2000. Ainda sim, os baristas não eram considerados uma profissão regulamentada. Entretanto, com o aumento do consumo dos cafés especiais e gourmets, os baristas começaram a ganhar cada vez mais espaço no mercado. O que fez com que a CBO (Confederação Brasileira de Ocupações) oficializasse o barista como ocupação.

Qual a importância do barista?

Além de saber atender o paladar refinado dos apaixonados por café, o barista também atua como uma conexão entre os grãos de qualidade e o consumidor.

Como assim?

Pensem bem: como o barista é um especialista tanto no preparo quanto nos grãos de café, só ele com os seus conhecimentos e técnicas saberá extrair o máximo do sabor e do aroma da bebida.

Além disso, ele é um conhecedor de cada etapa da produção (e como uma interfere no resultado final). Assim, ele se torna capaz de escolher o melhor café para cada ocasião.

Cada um desses processos pode interferir de maneira sistemática no sabor do café, pois o que realmente importa para o barista, é entender aquele produto para conseguir preparar uma bebida com aroma delicioso e no ponto certo para o consumidor.

Outro ponto que precisamos destacar, é a importância dos baristas na evolução da produção e do preparo de cafés.

As empresas que produzem café precisam de profissionais para degustar o produto antes de lançar para o mercado. São eles que avaliam a qualidade do grão para atender, ou melhor, superar as expectativas de um mercado consumidor que está cada vez mais exigente.

Como se tornar um profissional

Primeiramente, devemos ressaltar que o barista deve ser um profissional simplesmente apaixonado por café. Eles precisam ter paixão por esse universo e estar disposto a aprender mais. Pois esse mundo não para de expandir. 

Em segundo lugar, um bom barista precisa ter um paladar muito apurado. Uma vez que essa será a sua principal ferramenta de trabalho. Não basta saber as nuances da bebida na teoria, é necessário sabê-las também na ponta da língua, literalmente. 

A criatividade também será uma habilidade que os baristas precisam ter. Já que eles precisam criar novos drinks derivados do café. Então, para que um profissional ganhe destaque no mercado, ele precisa saber quais bebidas combinam melhor com o café e como misturá-las de forma criativa. 

E por último, para que o barista saiba como utilizar as máquinas de espresso, os modos de plantio, entre outros aspectos que a profissão exige, existem vários cursos de especialização disponíveis. 

 

Agora que você já sabe a  importância desta profissão, deixe seu comentário nas nossas redes sociais agradecendo o barista da sua cafeteria favorita! 

 

Leia também: Entenda o que é memória olfativa e qual a sua relação com o café

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo
GAGGIA ® / 2019 todos os direitos reservados.
Design nairuz logo